Logo testaremos o poder do racker nas decisões judiciais 

O 500 Toques faz muito uso de cookies no navegador

Por favor, ative os cookies nas preferências do seu navegador antes de entrar.

Fonte (Imagem): Foto: Lula Marques
19/11/2019
Francisco Cesar Pinheiro Rodrigues

Logo testaremos o poder do racker nas decisões judiciais

O Supremo, em data próxima, decidirá se Sérgio Moro era suspeito para julgar o ex-presidente Lula da Silva.  “Consequentemente' — lógica de mera conveniência —, se Moro era suspeito, “segue-se', falsamente, que todas as sentenças por ele proferidas contra Lula, oriundas da Lava Jato, deverão ser anuladas. Daí, “arredondar' essa leviana decisão para um “anular tudo' que evoque a figura de Moro será um pulo, considerando que a atual composição do STF não pode ser aperfeiçoada de modo significativo, em curto prazo. (...)Se isso ocorrer, essa anulação em massa será um ótimo argumento de que a Constituição deve ser brevemente alterada para permitir uma periódica avaliação e substituição de ministros, conforme seu desempenho.  A cada “n' anos — cinco, seis, dez? — verificar quem fica e quem sai do Supremo, para que ele volte a ter o merecido prestígio que teve antigamente.

Leia na íntegra

views 34

comentários 0

0

Deseja comentar essa notícia?

Últimos comentários



Negócios

Anunciar

Central de ajuda

Contato

X

Recuperar senha!