O Banco do Brasil, os idosos e os golpes nos cartões de crédito. 

O 500 Toques faz muito uso de cookies no navegador

Por favor, ative os cookies nas preferências do seu navegador antes de entrar.

26/11/2018
Francisco Cesar Pinheiro Rodrigues

O Banco do Brasil, os idosos e os golpes nos cartões de crédito.

Sinto-me injustiçado, até mesmo injuriado, com a decisão desse banco estatal de não me indenizar pelo “saque' criminoso de R$12.680,00 de minha conta corrente — falsas “compras e saques' —, no dia 5 de outubro de 2018, uma sexta-feira — o dia preferido dos meliantes —, realizado por uma gangue especializada na clonagem de cartões de crédito e débito.

 

Minha revolta não decorre tanto do montante do prejuízo — para mim economicamente suportável —, mas da exclusiva preocupação do Banco do Brasil em lucrar o máximo, em seu balanço, em detrimento de correntistas idosos — geralmente avessos às complicações da informática — que recebem suas aposentadorias sem poder previamente escolher o banco pagador.

 

A portabilidade (mudança de banco) será, claro, uma forma de saída, dos prejudicados pela política do BB — incômoda, principalmente ao correntista idoso. Ocorre que essa mudança de banco pode ser trabalhosa porque o correntista velho, no geral tem vários débitos automáticos em conta, empréstimos parcelados e outras complicações burocráticas.

Leia na íntegra

views 23

comentários 0

0

Deseja comentar essa notícia?

Últimos comentários



Negócios

Anunciar

Central de ajuda

Contato

X

Recuperar senha!