O congelamento de pessoas e o transhumanismo 

O 500 Toques faz muito uso de cookies no navegador

Por favor, ative os cookies nas preferências do seu navegador antes de entrar.

03/01/2020
Francisco Cesar Pinheiro Rodrigues

O congelamento de pessoas e o transhumanismo

Pergunto ao inimigo da Criônica o seguinte: Se tua hipotética filha de dez anos está com um câncer hoje incurável, ou com uma doença genética e deformante — ou foi terrivelmente mutilada em um atropelamento, só esperando a morte na UTI —, pudesse ser congelada e ressuscitada quando a medicina estiver em condições de salvá-la, por dentro e por fora, recuperando sua aparência anterior, o senhor preferiria vê-la morta, com isso mantendo intacta sua “humanidade'?

Se o senhor disser “prefiro!', isso mostraria que não gosta da filha. Gosta mais de teus preconceitos. E, por coerência, deveria mandar retirar teu marca passo, teus dentes postiços, teus óculos, tuas próteses, teu aparelho contra surdez, teu coração ou rim transplantado, etc., porque você já é um ser parcialmente híbrido com a tecnologia. E se disser que não permitiria o congelamento da menina apenas porque não acredita na “ressuscitação', aí trata-se apenas de insatisfação com uma tecnologia que ainda poderá encontrar o caminho certo, por tentativa e erro.

Leia na íntegra

views 44

comentários 0

0

Deseja comentar essa notícia?

Últimos comentários



Negócios

Anunciar

Central de ajuda

Contato

X

Recuperar senha!