Peças, filmes e museu ridicularizando Jesus Cristo. 

O 500 Toques faz muito uso de cookies no navegador

Por favor, ative os cookies nas preferências do seu navegador antes de entrar.

24/09/2017
Francisco Cesar Pinheiro Rodrigues

Peças, filmes e museu ridicularizando Jesus Cristo.

Você quer crescer na mídia sem gastar com propaganda? É fácil: basta insultar, em peça teatral, museu ou filme, uma pessoa histórica considerada divina, ou semidivina, ou somente humana, conforme a opinião de cada um. O artigo 208 do Código Penal proíbe “vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso'. Jesus Cristo é, figurativamente, um “objeto de culto religioso'. Seria contraditório a lei proibir o vilipêndio de uma simples imagem, em gesso, de Cristo, mas permitir o vilipêndio, mil vezes maior, da própria pessoa representada na imagem. Seja qual for a crença, ou ausência de crença, de uma pessoa, ela não pode se dar ao luxo de insultar, comodamente, figuras históricas respeitadíssimas, ofendendo o sentimento religioso, protegido legalmente. Leiam meu artigo “ Peças, filmes e museu ridicularizando Jesus Cristo' no meu blog e enviem suas opiniões.

Leia na íntegra

views 132

comentários 0

0

Deseja comentar essa notícia?

Últimos comentários



Negócios

Anunciar

Central de ajuda

Contato

X

Recuperar senha!