Quebrou as pernas do advogado 

O 500 Toques faz muito uso de cookies no navegador

Por favor, ative os cookies nas preferências do seu navegador antes de entrar.

20/09/2017
Francisco Cesar Pinheiro Rodrigues

Quebrou as pernas do advogado

Um provérbio italiano diz que para receber elogios, o melhor meio é morrer. Franklin P. Jones, por sua vez, acrescentou que “ quem acha que ninguém pode mudar o passado nunca leu necrológios'. Mais: o campeão das definições contundentes, Ambrose Bierce, garantiu que “o epitáfio prova que as virtudes outorgadas pela morte têm efeito retroativo'. Finalmente, os americanos admitem que se os mortos pudessem ler os epitáfios que seus herdeiros mandaram gravar no túmulo, achariam que entraram no cemitério errado. Tais opiniões fazem-me lembrar o endurecido mafioso que, sob julgamento no tribunal do júri, mexia-se preocupado, na cadeira, ouvindo seu advogado fazer sua defesa. Quando o defensor disse aos jurados, aos gritos, quase chorando, que ele, réu, era “um dos homens mais honestos do mundo, marido fiel, pai bondoso, honesto até nos centavos, preferindo ser enganado do que enganar alguém!', o mafioso não aguentou mais. Voltando-se para seu outro advogado, sentado ao lado, rosnou: — “ Vou mandar quebrar as pernas desse jumento! Paguei a ele uma grana preta e o bestalhão estava defendendo outro réu'.

views 157

comentários 0

0

Deseja comentar essa notícia?

Últimos comentários



Negócios

Anunciar

Central de ajuda

Contato

X

Recuperar senha!