Trabalhar, nem pensar! 

O 500 Toques faz muito uso de cookies no navegador

Por favor, ative os cookies nas preferências do seu navegador antes de entrar.

12/09/2018
Roney Cesar Signorini

Trabalhar, nem pensar!

A mídia resolveu abordar, novamente, o assunto relativo a amorização ao trabalho questionando se amar o trabalho é mesmo necessário.

 A última abordagem do tema se deu no domingo, dia 2 de abril, pela Folha de São Paulo no caderno Sobre Tudo, nessa edição focando Carreiras, com três participações expressivas: Beatriz Braga dizendo SIM e Sigmar Malvezzi dizendo NÃO à indagação “Será que amar o trabalho é mesmo fundamental?'

Anna Rangel também deu seus pitacos na matéria.

 Não é de hoje que o tema suscita questionamentos, creio, a partir do surgimento da expressão workaholic, tão ao gosto de psicólogos, terapeutas, profissionais de RH, terapeutas ocupacionais e tantos outros pretendendo interpretar o que se passa com os obstinados pelo trabalho. As vezes trocando

uma série infindável de satisfações, vantagens, comodidades e facilitismos
por uma incessante, exaustiva e cansativa, interminável jornada de trabalho.


Leia na íntegra

views 83

comentários 0

0

Deseja comentar essa notícia?

Últimos comentários



Negócios

Anunciar

Central de ajuda

Contato

X

Recuperar senha!