Versão moderna de “A cigarra e a formiga' 

O 500 Toques faz muito uso de cookies no navegador

Por favor, ative os cookies nas preferências do seu navegador antes de entrar.

29/12/2017
Francisco Cesar Pinheiro Rodrigues

Versão moderna de “A cigarra e a formiga'

Todos conhecem a fábula de La Fontaine, louvando o trabalho honesto e a necessidade de economizar. Consequentemente, tudo o que se opõe ao comportamento acima só pode resultar em arrependimento e miséria. Precisando de dois insetos para ilustrar sua tese, o fabulista francês escolheu uma formiga — infatigável trabalhadora — e uma cigarra, que não trabalha e passa a vida cantando. Na fábula (atualizada), a formiga aconselha a cigarra: —“Amiga, falo para o seu bem. Arranje um trabalho honesto, pense no futuro... “ — “Pode parar! Conheço essa ladainha! Desculpe, mas estou atrasada para alguns shows em que vou cantar e rebolar usando apenas um fio dental transparente. Já imaginou o “tchan? dos ?cigarrões?? Vão babar...'. Dizendo isso voou e a formiga, balançando tristemente a cabeça, continuou varrendo a calçada. Bom tempo depois um Mercedes preto estaciona em frente. O chofer particular abre a porta, solícito, e desce a mesma cigarra cheia de joias, saia curtíssima. Dirige-se à formiga: — “Querida, não me reconhece? — “Quanto luxo!', responde a formiga, atônita. — “Nem tanto. Saí às pressas porque estou atrasada no meu voo a Paris. Tenho uns contratos milionários a cumprir. Sinceramente, foi um prazer vê-la. Agrada-me sua imagem comovente da modéstia, sempre manejando a vassourinha. Tchau'. — “Espere', diz amiga, “Já que você vai a Paris, procure lá um tal de La Fontaine e diga a ele que o mandei à p. que o pariu!'

views 112

comentários 0

0

Deseja comentar essa notícia?

Últimos comentários



Negócios

Anunciar

Central de ajuda

Contato

X

Recuperar senha!